Fale conosco pelo WhatsApp

Câncer de testículo e autoexame

O câncer de testículo acomete entre 1 a 3% da população masculina sexualmente ativa. Este câncer pode ser agressivo, uma vez que as células neoplásicas malignas possuem capacidade de se duplicaram rapidamente e de invadirem locais adjacentes, originando metástases.

O câncer de testículo quando diagnosticado precocemente, responde bem aos tratamentos quimioterápicos, radioterápicos e clínicos, tendo baixa chance de recidiva e pouco impacto na saúde física e reprodutiva masculina.

Porém, a baixa procura do homem por um médico urologista e/ou andrologista os coloca em uma situação de vulnerabilidade — apenas 1/3 da população masculina procura por um urologista forma espontânea, sendo outros 2/3 obrigados a procurar aconselhamento por imposição de suas parceiras, mães ou irmãs, por exemplo.

Em resumo, milhares de homens nunca se consultaram com um urologista e/ou andrologista ao longo de suas vidas para prevenção do câncer de testículo e outras doenças que podem acometer o homem.